Eleita deputada federal, a vereadora Sílvia Cistina, do PDT na Câmara jiparanaense, vai dizer à cúpula do seu partido, em reunião que deve acontecer esta semana em Brasília, que está apoiando a candidatura do presidenciável Jair Bolsonaro.

Ela foi bem objetiva quando perguntada sobre qual palanque irá no segundo turno presidencial, “Meu coração é Bolsonaro”, respondeu, dizendo já ter tomada essa posição e que da reunião marcada pela cúpula do PDT em Brasília, não deverá ter mudança.

Silvia Cristina

 Amância Chagas, que vai compor a  nova bancada federal rondoniense, é capixaba de Linhares, 44 anos, professora, foi eleita a primeira vez em 2012 com 3.777 votos, a mais votada dentre os 17 vereadores, e reeleita novamente em primeiro lugar em 2016.

Ontem ela participou da primeira reunião da Câmara de Ji-Paraná, onde fez um longo e muito aplaudido discurso, ocasião em que além dos tradicionais agradecimentos de quem seja parlamentar e consiga nova eleição, especialmente para “dois andares acima”, quando historiou seu trabalho, como líder comunitária e vereadora.

Lembrando que sua passagem à nova condição, de deputada federal, Sílvia Cristina disse a seus pares e, depois, numa espécie de “sessão de cumprimentos” no corredor da Câmara, que não pretende mudar sua posição em defesa de questões sociais e do apoio às atividades comunitárias.

Autor:

Lúcio Albuquerque