'Pacientes foram avaliados para cirurgias eletivas'

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), realizou 188 avaliações médicas do Projeto Fila Zero de cirurgias eletivas, na noite desta quarta-feira (8), no Centro Especializado em Reabilitação (CER III). A previsão é que as cirurgias eletivas para este público devem ser iniciadas em 30 dias.
O Projeto Fila Zero foi criado em determinação do Prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca (MDB), com a intenção de zerar a demanda dos pacientes que aguardam por cirurgias eletivas no Município. Os procedimentos foram paralisados, em 2020, devido à pandemia de Covid-19.
A intenção, com o Projeto Fila Zero, é intensificar e priorizar os atendimentos eletivos no Hospital Municipal Dr. Claudionor Couto Roriz, que ficaram acumulados devido à paralisação dos procedimentos.
As cirurgias serão realizadas de acordo com o tempo de espera e o nível de urgência de cada paciente. A expectativa é que, até o fim de 2021, a fila de espera para procedimentos cirúrgicos seja totalmente zerada.
“A partir do ano que vem, nossa expectativa é que os pacientes aguardem, no máximo 60 dias, para realizar uma cirurgia eletiva. Com o paciente aguardando apenas o prazo de consultas e realização de exames pré-operatórios”, explicou Wanessa Oliveira e Silva, titular da Semusa.
Após a avaliação, os pacientes foram encaminhados para testes rápidos, que foram realizados no próprio CER III, e exames laboratoriais, além de eletrocardiograma e avaliação pré-cirúrgica realizada por um cardiologista.
O Projeto Fila Zero foi iniciado em agosto, com a realização de 127 cirurgias eletivas no mês. Em setembro, a estimativa é de cerca 200 operações e, em outubro, o número de intervenções deve se aproximar de 300.
São realizados procedimentos ginecológicos e gerais, como cirurgias de hérnias, cálculo na vesícula, cistos no ovário, cirurgias intestinais, correção de traumas, laparotomias, hemorroidectomia, fístulas e apendicite.
Além da titular da Semusa e de outros servidores da pasta, o presidente da Câmara Municipal de Ji-Paraná (CMJP), vereador Welinton Fonseca (MDB), também acompanhou as avaliações médicas do Projeto Fila Zero.

Autor:

Assessoria