'Prefeitura também aguarda a reclassificação no plano estadual de combate à Covid'

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), publicou, na manhã desta segunda-feira (11), o Decreto Municpal N.° 14.187 que dispõe sobre o regresso de Ji-Paraná à Fase II no plano de combate ao novo coronavírus (Covid-19).

Na última sexta-feira (8), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) havia publicado o novo enquadramento dos municípios no Plano Todos por Rondônia, retornando Ji-Paraná para a Fase I, medida mais restritiva no plano de ações de combate à Covid-19.

“Estamos fazendo um decreto municipal, mostrando que estamos na Fase II, com base em estudos e análises, e, com certeza, Ji-Paraná não irá para a Fase I”, afirmou Isaú Fonseca.

Com a publicação do decreto municipal, a Prefeitura de Ji-Paraná aguarda a análise do pedido de reclassificação do município para a Fase II no plano estadual de combate à Covid-19, considerando o desenvolvimento de ações para enfrentamento da doença, como o atendimento de casos leves nas Academias Municipais de Saúde, nos bairros Jardim dos Migrantes, 1° distrito, e BNH, no 2° distrito, descentralizando o atendimento do Hospital Municipal Dr. Claudionor Couto Roriz, assim como a disponibilidade de medicamentos para tratamento precoce e profilaxia.

“Nós descentralizamos, tirando os casos leves do Hospital Municipal, deixando o HM apenas com atendimento de casos graves. As unidades do Jardim dos Migrantes e do bairro BNH farão esses atendimentos”, declarou o prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca (MDB).

Agora, de volta a Fase II, o decreto municipal autoriza o funcionamento de diversos setores do comércio, que poderão estender o funcionamento até as 22 horas.

“Restaurantes, lanchonetes e similares, que antes não tinham horário para fechamento, e agora vão poder funcionar somente até as 22 horas. Outros estabelecimentos, como supermercados, poderão prolongar o atendimento até as 22 horas, com o intuito de diminuir a aglomeração”, declarou a titular da Secretaria Municipal da Mulher, Ana Maria dos Santos Forte.

Os estabelecimentos comerciais devem fixar, na entrada do estabelecimento e de forma visível, a quantidade de pessoas permitidas, em termo absoluto, e as orientações das medidas sanitárias. O funcionamento de bares, boates e casas de shows continua proibido durante a Fase II.

Denúncias de comércios desrespeitando o decreto municipal podem ser realizadas para a Divisão de Vigilância Sanitária, por meio do telefone 3422-1456. Aglomerações podem ser comunicadas através do 190, número do Disque Denúncia da Polícia Militar (PM).

Centros de atendimento

Nesta segunda-feira, a Semusa iniciou os atendimentos na Academia Municipal de Saúde do Jardim dos Migrantes, localizada em anexo à Praça Bruno Calixto, e na Academia Municipal de Saúde do BNH, próximo ao Centro Desportivo de Lazer Walmar Meira (Cedel BNH).

“Essas duas unidades atenderão pacientes assintomáticos ou com sintomas leves da Covid. Aqueles pacientes que estão com dúvidas também devem procurar esses locais”, explicou Franciany Chagas Ribeiro Brasil, titular da Semusa.

Autor:

Assessoria