Em sessão realizada na última segunda-feira (6/6) pelo Tribunal do Júri de Ariquemes, os dois réus denunciados pelo Ministério Público pela morte do agricultor Leomar Soares em Monte Negro foram condenados.

O júri teve a atuação do Promotor de Justiça da Comarca de Ariquemes, Marcus Alexandre de Oliveira Rodrigues. A sentença foi proferida depois de 11 horas de sessão. A pena para a viúva da vítima V.S. foi de 33 anos de prisão em regime fechado. Já J. C, que teria um relacionamento extraconjungal com ela, teve uma pena estipulada em 19 anos e seis meses, também em regime fechado.A Polícia Civil, em princípio trabalhou com a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte), mas logo conseguiu provas de que os acusados, juntos, arquitetaram o assassinato do agricultor.O crime ocorreu em fevereiro de 2020. A vítima foi morta com um tiro na cabeça ao chegar a sua casa da igreja, com a esposa e os dois filhos pequenos.A acusada confessou o crime no julgamento e alegou que sofria agressões verbais e físicas por parte do marido, porém, foi provado aos jurados que as agressões não ocorreram. O réu também confirmou ter atirado na vítima.  Ambos estão presos desde abril de 2020.

Fonte/Autor:

Assessoria