O Promotor de Justiça Marcus Alexandre de Oliveira Rodrigues, da Comarca de Ariquemes, protocolou junto à 1ª Vara Criminal local denúncia contra os tios acusados de torturar o sobrinho de seis anos de idade, na cidade de Cujubim.

As agressões, segundo o Promotor, também envolvem outro sobrinho do casal, de quatro anos. Ambos moravam com os denunciados, que tinham a responsabilidade de cuidar deles. Segundo as investigações, corroboradas pelos laudos médicos, as crianças eram submetidas a torturas físicas e psicológicas.Uma das crianças, de seis anos, está internada em estado grave no Hospital Infantil Cosme e Damião na Capital, com ferimentos por todo o corpo, inclusive traumatismo craniano, provocados pelas sessões de tortura, que, segundo testemunhas, já vinham de longa data, inclusive com registros no Conselho Tutelar de Cujubim.O casal foi denunciado pela prática dos crimes de tortura contra as duas crianças e por tentativa de homicídio qualificado pelo motivo fútil, meio cruel e uso de recurso que impossibilitou a defesa do menor de seis anos.O Ministério Público requereu a instauração da ação penal, a citação dos denunciados, a notificação das testemunhas e, ao término da instrução criminal, a pronúncia dos acusados pelos fatos e capitulações descritas, com os crimes conexos, a fim de serem julgados pelo Tribunal do Júri de Ariquemes.Os tios das crianças encontram-se presos em Cujubim desde o dia 18/04, após terem espancado brutalmente o sobrinho de seis anos, que precisou ser socorrido pelo SAMU e posteriormente transferido para Porto Velho, em razão da gravidade do quadro clínico.

Fonte/Autor:

Assessoria

Foto:

Ilustrativa