Mais de 300 consultas cardiológicas foram realizadas, durante o mês de abril, no Centro de Especialidades Médicas (CEM) da Prefeitura de Ji-Paraná. No último mês, a equipe da unidade também passou por uma reciclagem para realizar testes rápidos, promovida pela Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (Saúde).

Conforme o balanço divulgado pelo CEM, no total, foram realizadas 856 consultas, entre atendimentos pediátricos e especializados, como hematologia, gastroenterologia, cardiologia, urologia, ortopedia e neurologia. Apenas a cardiologia foi responsável por mais de 40% dos atendimentos do mês, com 346 consultas em abril.

O Prefeito Isaú Fonseca destacou a importância de a população ter alcance aos atendimentos especializados em Ji-Paraná, sem a necessidade de viajar para outros municípios em busca de consultas médicas.

“Agora, temos condições de receber esses pacientes em nossas unidades.  A Saúde é a nossa prioridade e estamos fazendo isso, reforçando o corpo técnico da Semusa, contratando profissionais de qualidade e ampliando os atendimentos”, celebrou Isaú Fonseca.

No último mês, o CEM também promoveu uma roda de conversa com os servidores, em parceria com uma psicóloga do Centro de Atenção Psicossocial Raio de Luz (CAPS II), para trabalhar e cuidar da saúde e da inteligência emocional no trabalho, destacando as relações entre servidores e pacientes.

“Os profissionais podem ser inteligentes em várias áreas do conhecimento, mas ter domínio sobre as próprias emoções e sobre as dos outros é um grande diferencial. Dentro das empresas, essa competência tem um impacto decisivo no clima organizacional, na cultura e na produtividade das esquipes”, destacou Élida Goedert de Moura, diretora do CEM.

Entre as atividades realizadas no último mês, a equipe de enfermagem passou por reciclagem na realização de testes rápidos e treinamento, promovida com a equipe da Divisão de Vigilância Epidemiológica, além de uma palestra sobre doenças e agravos de notificação compulsória.

“A Semusa é formada por vários departamentos e divisões, mas todas elas têm uma única secretaria. Por isso, contamos com ações que unem dois departamentos diferentes, sempre buscando a melhoria no atendimento prestado à população”, afirmou Relrisson de Souza Soares, diretor do Departamento de Média e Alta Complexidade (DMAC), responsável pelo CEM.

Fonte/Autor:

Assessoria